Publicidade

quinta-feira, 25 de março de 2010

Educação Fisica além dos limites da quadra!

Abordando novos temas trago a Educação Física como forma de atuação através do conhecimento da biomecânica, podendo ser implantada na escola, empresas ou vida pessoal.

Inicialmente, a posição sentada é a que causa maiores discussões quanto a sua real postura correta. EVOLUCAO DA POSTURA DO HOMEM autor ANDERSON artigo postura sentada 1974 é uma ótima leitura para contextualizar essa questão.

Nessa posição, Segundo o artigo, os desconfortos estão: 14% na cabeça; 24% na nuca e ombros; costas 57%, quadril 16%, coxas 19%, joelhos e pés 29%.
QUAL POSICAO DIMINUI A SOBRECARGA? 
NACHEMSON & ELFSTROM 1970 artigo sobre compressão discal encontrou uma compressão discal crescente nas posições: deitado, em pe, sentado com coluna retificada, em pe inclinado à frente. Sentado curvado à frente.

Toda carga sentada cai sobre o centro de gravidade no ponto único L4-L5(por isso o movimento na musculação de desenvolvimento é mais indicado em pe do que sentado). Aumenta o braço de Resistência e o torque resistente. Quando há a retificação da coluna lombar, o que é a perda da angulação normal da lombar que é de 30o faz com que o peso não se distribua por todas as vértebras da coluna, jogando todo o peso nessas duas vértebras lombares, sendo as principais para suportar todo o peso e todas as dores. Aqui quebro a colocação de alguns profissionais com a expressão: ENCAIXAR O QUADRIL QUANDO FIZER O MOVIMENTO! Essa frase faz com que a pessoa jogue o quadril para frente, tirando a curvatura lombar. Agora imagine essa posição em um exercício de desenvolvimento? O qual exerce uma sobrecarga originada la em cima, comprimindo ainda mais os discos, podendo piorar quando isso se faz sentado!

Para salvar a posição sentada, esses estudos trouxeram informações interessantes. Assumindo a compressão discal como o principal problema dessa posição, assim temos em ordem crescente: sentado inclinado para trás a 110º à 120º, sentado com braço ao longo do corpo, sentado com o braço apoiado na mesa, sentado escrevendo, sentado com os braços for a do apoio à frente. Ajudando essas informações, Anderson et al 1974 trouxe testes sobre cadeira com encosto reclinável de 80º, 90º, 100º, 110º, 120º; mais apoio lombar de 1cm, 2cm, 3cm, 4cm, 5cm.

O angulo que era preconizado por todos como postura ideal, o de 90o é o que obteve maior compressão discal, quanto maior o angulo menor a pressão discal. Para minimizar isso, o apoio lombar é uma forma de salvar, ajudar, tendo sua maior eficiência contra a compressão o suporte de 5 cm, decrescendo valores quando diminui o apoio. Por que isso acontece? Porque a curvatura diminui o braço de alavanca, trazendo a curvatura normal da lombar mesmo na posição sentada, não deixando acontecer à báscula anterior ou retificação de coluna.

Outra informação da qual poucos tiveram interesse em descobrir é o apoio do glúteo na cadeira, ate mesmo se há uma escoliose da qual force mais um lado do que o outro. Gonçalves et al 2002 identificou diferenças nos lados e também nas angulações da coluna que interferiram nesse apoio. No angulo de 90o sentado o apoio do glúteo esquerdo foi de 78,25%, direito 70,5; no angulo 100o 67,55 para esquerdo e 61,5 direito. Vale salientar ligar esses dados a alguma relação da coluna na forma de S ou C.

Outro tema que é importante para nossas crianças, adolescentes e adultos. A posição sentada é mantida por horas na sala de aula, então nos professores devemos parar pelo menos a cada 15-20 minutos para somente levantar e espreguiçar por 10-15 segundos, alongando um pouco. Seguindo a estratégia, outra informação importante é o uso de bolsas, mochilas e carregamento de cargas.

Um estudo feito por Mota et al em 2002 com crianças de 8 anos em media com alca dupla analisou alguns fatores relevantes, então pais, por favor: analisar o peso da mochila para não causar báscula anterior, cifose, dores nos ombros e quadril. E também a regulagem da alça da mochila, às vezes a bolsa bate no glúteo do teu filho, ate mesmo na porção posterior da coxa, forçando a curvar-se mais para frente.

Sobre carregar pesos também venho a discutir com algumas coisas. Acredito que nosso corpo é todo harmônico, por isso temos que respeitá-lo conhecendo seus limites. Quando agachamos, o mais indicado é flexionar bem os joelhos, ficar com a coluna reta segurar o peso, trazer para perto e subir com forca total nas pernas.

Essa forma é relativamente útil e mais segura para todos. Contudo, temos que lembrar que uma flexão demasiada do joelho, ainda mais com pesos, pode causar problemas. A posição descrita anteriormente salta totalmente sua coluna, porem pode vir a prejudicar seus joelhos. Ater sua atenção qual o caminho percorrido pelo joelho quando ele é estendido, caso ele venha para dentro ou para fora tente alinhá-lo. Por isso pessoas com problemas no joelho e não na coluna, encontre o ângulo ótimo para não forçar o joelho primeiramente, já que ele esta debilitado, depois um ângulo ótimo para a coluna. Tudo isso pode ser seguro se tiver um ótimo suporte de paravertebrais e abdômen.

Fonte: Area de Treino
Reações:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 Comentários:

Postar um comentário