Publicidade

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Limite da atividade física


Ao se praticar uma atividade física é importante que cada um saiba qual é seu limite de segurança. Para tanto, os médicos recomendam conhecer a freqüência cardíaca a ser atingida durante o exercício e ter consciência de que ela não deve ser superada numa atividade física regular.
Possíveis riscos de eventos cardíacos, como as arritmias desencadeadas no esforço físico e outras manifestações clínicas, às vezes sem provocarem sintomas, poderão ser evitadas se o esportista mantiver a freqüência cardíaca nas faixas consideradas seguras, conhecidas pela análise detalhada do teste ergométrico e esclarecida pelo médico especialista. Outra utilidade de se conhecer a pulsação do coração é melhorar o rendimento atlético, ao se utilizar a freqüência cardíaca “alvo”, isto é, aquela que deve ser mantida por vários minutos, para serem alcançados os benefícios dos exercícios físicos.
A medição da freqüência cardíaca pode ser feita por meio de freqüencímetros ou, mais simplesmente, palpando externamente o coração (logo abaixo do mamilo externo) com uma das mãos espalmadas no peito.
Evite usar o método muito comum da palpação das carótidas (na lateral do pescoço) com os dedos, pois existe o risco de se provocar desmaio ou síncope pela compressão do bulbo carotídeo, onde se localizam receptores da pressão arterial e da pulsação do sistema cardiovascular.

Dr. Nabil Ghorayeb
Doutor em Cardiologia (FMUSP)
Especialista em Cardiologia e Medicina do Esporte

Fonte: Cardio Esporte
Reações:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 Comentários:

Postar um comentário