Publicidade

terça-feira, 18 de maio de 2010

Abdução de Quadril



A hipermobilidade articular é a facilidade de movimentar as articulações além do limite normal para a maioria das crianças e adultos, também chamada de hiperlassidão articular que pode estar associada à dor músculo-esquelética. A hipermobilidade articular é de origem genética e a sua relação com a redução da densidade mineral óssea ainda é desconhecida. Existem relatos de osteoporose em adultos em associação com doenças genéticas que causam a hipermobilidade articular.

Um dos núcleos articulares mais importantes para o reconhecimento desta manifestação é o quadril, devido a facilidade do reconhecimento de valores elevados nesta articulação. A Fleximetria de quadril então é uma conduta importante, podendo ser aplicada tanto unilateralmente quanto bilateralmente.

Maria Teresa Terreri e colaboradores, reumatologistas da Univ. Federal de São Paulo verificaram a possível associação entre hipermobilidade articular e alterações na densidade mineral óssea (DMO) em crianças com e sem dor músculo-esquelética.

Os autores avaliaram 93 crianças, com idade entre 5 e 10 anos, quanto a presença de hipermobilidade articular e quanto a presença de dor músculo-esquelética, através de questionário dirigido aos pais. Todas as crianças realizaram densitometria óssea de coluna lombar ao nível das vértebras L2-L4. Foram identificados 4 grupos: grupo A- 29 (31,2%) crianças com hipermobilidade e com dor músculo-esquelética, grupo B- 20 (21,5%) com hipermobilidade e sem dor, grupo C- 22 (23,6%) sem hipermobilidade e com dor e Grupo D (grupo controle)- 22 (23,6%) sem hipermobilidade e sem dor. Vinte e quatro (25,8%) crianças apresentaram perda de DMO maior que 10% com relação à DMO adequada para a idade e sexo. A DMO mostrou-se significativamente menor em relação ao grupo controle nos 3 outros grupos.

Concluem os autores que a DMO pode estar diminuída em crianças com hipermobilidade (independente da presença de dor músculo-esquelética) e em crianças com dor (independente da presença de hipermobilidade) em relação aos controles.

Fonte: InstitutoCode e Portal da Educação Física
Reações:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 Comentários:

Postar um comentário