Publicidade

terça-feira, 29 de março de 2011

Temporada Regular, Playoffs e MVP

A NBA é composta por 30 equipes, sendo 29 dos EUA e 1 do Canadá. Essas equipes são divididas em duas conferências: a Leste e Oeste, os oito primeiros colocados passam para os playoffs (falarei mais sobre ele depois).

Essas conferências estão subdivididas, na Leste ocorre dessa maneira:
Atlântica - Boston Celtics, Toronto Raptors, New York Knicks, Philapelphia 76ers e New Jersey Nets.
Central - Chicago Bulls, Indiana Pacers, Milwaukee Bucks, Detroit Pistons e Cleveland Cavaliers.
Sudeste - Miami Heat, Orlando Magic, Atlanta Hawks, Charlotte Bobcats e Washington Wizards.
Na Oeste são as seguintes:
Noroeste - Oklahoma City Thunder, Denver Nuggets, Portland Blazers, Utah Jazz e Minnesota Timberwolves.
Pacífico - Los Angeles Lakers, Phoenix Suns, Los Angeles Clippers, Golden State Warriors e Sacramento Kings.
Sudoeste - San Antonio Spurs, Dallas Mavericks, New Orleans Hornets, Memphis Grizzlies e Houston Rockets.

Explicadas as conferências e divisões próximo passo é como são feitos critérios de classificação e jogos. São 30 times que jogam entre si durante a temporada, contra times da mesma conferência são três ou quatro partidas. Entretanto, em conferência oposta são duas partidas, alternando o mando de quadra, num total de 82 jogos, no qual é muito desgastante, devido às viagens e alguns times fazerem o 'BacktoBack' (jogo em dias consecutivos).

Os 8 melhores de cada conferência passam aos Playoffs, 1ºx8º, 2ºx7º, 3ºx6º, 4ºx5º, no máximo de 7 jogos, quem alcançar as 4 vitórias passa para a próxima etapa onde o vencedor do jogo 1x8 pega o 4x5 e do 2x7 o 3x6. Assim até chegar a final da conferência, o vencedor de cada joga a final geral da NBA, com os mesmos 7 jogos e com 4 mandos de quadra para a equipe de melhor campanha na fase classificatória.

Ao final da temporada é escolhido o MVP (Most Valuable Player), em postuguês Jogador Mais Valioso. Diferente de outros esportes o critério não é para o melhor jogador da liga, e sim aquele que é efetivo para a equipe estar entre as primeiras. Isso causa muita divergência, pois nem sempre o prêmio é concedido ao craque da liga, pois se fosse assim teríamos (na minha opinião) Lebron James como eleito todos os anos pelo desempenho durante a temporada regular e por ser o melhor jogador atualmente. Como a cultura dos Estados Unidos prima muito pela vitória, geralmente é dado ao mais destacado entre o(s) melhor(es) (se for da franquia primeira colocado terá mais chances). Dificilmente esse título será dado a quem joga em uma equipe abaixo da 2ª posição.

Esse ano as contestações são grandes, Rose do Bulls é o líder, entretanto, muitos discordam pelo fato de D. Howard, do Magic, e Lebron, do Heat, estarem jogando melhor, porém o time do Bulls é o líder da conferência Leste. Nos dois últimos anos ficou claro o critério de escolha desse prêmio, Lebron deixou o Cavaliers com a melhor campanha da liga e bastou ele sair no começo da temporada e hoje o time é o último colocado no geral, ou seja, foi influente direto no sucesso da equipe. Além da temporada regular, prêmio é dado ao jogador mais destacado da equipe que vencer a final da NBA e das disputas do All Star Game. São vários os craques da NBA Kobe Bryant, Paul Pierce, Durant, Blake Griffin, Parker, K. Garnett, Rondo, Dirk, D. Wade, entre outros vários, mas nem todos levam "sozinho" (tenham jogadores melhores ao lado) suas equipes ao topo da tabela ou nem estejam no topo.


LEonardo Moreira
@LEoMoreirar
Reações:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 Comentários:

Postar um comentário