Publicidade

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Sol x atividade física: uso de protetor solar e roupas adequadas são essenciais

Os cuidados com a pele estão diretamente ligados ao rendimento do esportista, que pode ser prejudicado por queimaduras solares.

Proteger a pele precisa ser um hábito diário e para quem pratica atividade física esse cuidado deve ser redobrado. A dermatologista Annia Cordeiro Lourenço explica que durante a atividade física ao ar livre, como a corrida, por exemplo, a exposição aos raios solares é maior e a proteção precisa ser intensificada. "O sol estimula a produção de enzimas destruidoras do colágeno - o que acelera o processo de envelhecimento - e leva à mutação do DNA - o que pode causar o câncer de pele. Tanto no dia a dia quanto nos momentos de exposições intensas, o filtro protege a pele dessas reações", explica.

Na hora de escolher o protetor para a prática esportiva a indicação é optar pelos com fator de proteção mais alto, como 50 e 60, e que sejam à prova de água. "Durante os treinos a exposição solar e transpiração são maiores, por isso, é importante observar as opções no mercado que ofereçam alta proteção à prova de água", explica Annia.

Como a composição dos filtros solares varia muito e, com isso, sua eficácia, a escolha do protetor deve ser feita com a ajuda de um dermatologista que irá avaliar o tipo de pele e prescrever a melhor opção. "Pessoas com pele oleosa devem optar pelas versões em gel, gel-creme ou fluidos, enquanto as peles mais secas e com sinais do tempo os cremes", destaca a dermatologista.

O protetor solar – mesmo em dias nublados – deve ser reaplicado a cada duas horas e em todas as partes do corpo, inclusive as orelhas. Além disso, também é aconselhável o uso de boné e roupas leves, mas com mangas longas que protegem mais o corpo da exposição solar. Alguns tecidos já possuem proteção contra raios ultravioleta e são usados em camisetas e bonés, o que aumenta a proteção contra os efeitos nocivos do sol.

Pós-sol Os cuidados com a pele estão diretamente ligados ao rendimento do esportista, que pode ser prejudicado por queimaduras solares. "Como toda agressão ao corpo, a queimadura produz um estresse físico que o organismo precisa vencer. Isso aumenta a desidratação e piora o rendimento do atleta", comenta Annia.

Para tratar as queimaduras, o ideal é fazer compressas frias com chá de camomila ou água mineral. A água thermal na versão aerosol também é indicada, além de anti-inflamatórios via oral e corticóides tópicos, mas essas soluções só devem ser usadas com a indicação de um especialista.

A alimentação e o consumo de água também têm papel importante no desempenho dos esportistas e na proteção da pele. "Alimentos com substâncias antioxidantes ajudam a manter a pele saudável, pois o estresse oxidativo desencadeado pelos treinos e exposição ao sol leva ao envelhecimento. Beber muita água e adotar uma alimentação saudável também são fundamentais nesse processo", finaliza Annia.
Fonte: Bonde

|Postado por: Pedro Henrique|
Reações:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 Comentários:

Postar um comentário