Publicidade

quinta-feira, 18 de março de 2010

O FOLCLORE NA ESCOLA

O FOLCLORE

No dia 22 de agosto de 1846, em Londres, foi criado pelo arqueólogo inglês William John Thomas, a expressão, Folk-Lore, escolhendo duas velhas raízes saxônicas: Folk, que significa povo, e Lore, saber, formando assim Folklore, até que a reforma ortográfica no Brasil suprimiu a letra k, substituída no caso, pela letra C, originando a forma Folclore.

Folk - povo
Lore - ciência, sabedoria, estudo da cultura espontânea,expressão do pensar - sentir - agir - reagir dos membros de uma Sociedade.



FOLCLORE NA ESCOLA
Muitas ciências, disciplinas e artes estão intimamente ligadas ao folclore. Assim, na escola de Ensino Fundamental, por exemplo, levando em consideração o aspecto formativo, pode e deve servir como excelente meio de transmissão e conhecimentos, ao mesmo tempo um revelador da cultura do povo. O aproveitamento do folclore, nesta fase do ensino, é das mais válidas contribuições, pela intenção formativa e pelo caráter de nacionalidade que imprime.

No ensino médio, passa o folclore a atuar no aspecto informativo, enfatizando a cultura de modo mais profundo, consequentemente levando o praticante a conclusões conscientes de que toda cultura tem dignidade e um valor especial, na medida em que a sua fecunda variedade e diversidade exercem uma influência recíproca fazendo com que todas as atividades culturais se tornem parte comum da humanidade.

No caso especial do Brasil, notamos a influência de várias culturas, como a européia, a africana, a indígena (primitiva da terra) provando claramente a verdade da afirmativa citada acima, pela aculturação resultante.

Na escola, na faixa etária mais baixa, temos o recurso dos brinquedos cantados com gestos imitativos, facilitando e preparando para as danças que virão mais tarde. Numa faixa etária mais alta antes da apresentação da dança, incentivar a pesquisa para maior conhecimento e desenvoltura na execução prática. As informações recebidas através de maiores vivências nas pesquisas de campo ou mesmo através de livros desenvolverão o gosto pela atividade em si.

ESCOLA - aproveitamento do folclore, na seleção de acordo com os vários níveis de ensino, grande valor didático, auxiliar de várias matérias.

Linguagem
Estudos Sociais
Ciências Naturais
Memória - imaginação
Educação Artística
compreensão - expressão literatura oral
Educação Física
Música e Arte

LITERATURA - escritores aproveitando temas populares , cultura erudita buscando inspiração na cultura espontânea.
Ex: Macunaíma - Mário de Andrade
ESTUDOS SOCIAS - Lendas ligadas a acontecimentos históricos
ARTES PLÁSTICAS - artistas sem ter cursado qualquer escola de arte
arte espontânea - nasce da maneira de pensar, sentir, agir e reagir da sua coletividade
pinturas - projeção ou inspiração de temas folclóricos. Ex. Portinari - Djanira
DANÇAS E FOLGUEDOS
Ainda contribui para:
- desenvolver o gosto pela música
- educar o senso de ritmo
- perpetuar tradições folclóricas

(Projeto Educação Física Escolar - SEE - Prof. Cely Teles de Meneses) - Resumido por Carlos Rosa
Reações:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 Comentários:

Postar um comentário